Big Idea Wiki Brasil
Advertisement

Os israelitas, tendo sido mantidos como escravos no Egito, são libertados por Moisés (Sr. Nozor) e conduzidos à Terra Prometida . No entanto, eles fogem ao ver a família de Gigantes na terra e são banidos da Terra Prometida por quarenta anos. Após a conclusão de seu exílio de quarenta anos, Moisés está morto, o que significa que Josué (Larry, o Pepino) tornou-se líder dos israelitas. Os israelitas (Jimmy e Jerry abóbora, Pa e Tom Grape, e Scooter Carrot) ficam animados demais e cantam ''Vamos à terra prometida!'' pois a terra prometida teria mel e leite, mas eles acham que teria várias guloseimas, e que seria melhor Josué, do que Moisés. Josué os conduz de volta à Terra Prometida, mas ele acaba esbarrando no muro da cidade de Jericó. Os israelitas são recebidos pelos defensores de Jericó (as ervilhas francesas) que os insultam do alto das grandes muralhas da cidade. Josué tenta explicar que Deus deu a terra aos israelitas e os defensores terão que se afastar, mas os israelitas são recebidos com mais insultos e zombarias presunçosas. Quando Philippe acidentalmente deixa cair um copo de raspadinha do muro, que atinge Jimmy na cabeça, os israelitas decidem acampar durante a noite.

Naquela noite, os israelitas discutiram sobre o que fazer. Pa Grape quer voltar para o Egito, e Jimmy e Jerry estão convencidos de que precisam de poder de fogo para atacar a parede, então eles começam a construir um foguete gigante. Enquanto isso, Josué encontra o comandante do Exército do Senhor (Arquibaldo Aspargo), que lhe conta como os israelitas devem tomar Jericó: eles devem marchar ao redor da cidade uma vez por dia durante seis dias e no sétimo dia, eles devem marchar ao redor dela sete vezes enquanto os sacerdotes tocam suas trombetas de chifre de carneiro e o povo grita o mais alto que podem. Nesse ponto, as paredes de Jericó cairão. Na manhã seguinte, Josué relata o plano aos israelitas, mas eles não têm certeza se funcionará. Enquanto isso, Jimmy e Jerry terminaram de construir seu foguete. Josué consegue convence-los e os leva de volta a Jericó.

Enquanto marcham ao redor das muralhas, os israelitas enfrentam mais problemas; os defensores da cidade os insultam e jogam raspadinhas. O fim do dia encontra os israelitas encharcados e desesperados à beira da rebelião, enquanto Josué se recusa a desistir. Nesse ponto, Júnior intervém e os convence a continuar com o plano, dizendo que o caminho de Deus sempre dá certo no final. Inspirados pelo discurso de Junior, os israelitas concordam em seguir o plano, apesar de mais ataques e provocações de raspadinhas. No sétimo dia, eles tocam suas trombetas, gritam e as paredes desabam. Os israelitas entram na cidade enquanto os defensores fogem em pânico.

Advertisement